sexta-feira, 6 de março de 2015

Bonequinhos handmade


Quem gosta de toy art deve estar se perguntando sobre como ter em mãos esses bonequinhos adoráveis das fotos abaixo. Na verdade, você não pode encontrá-los para vender encaixotados por aí. Cada um deles é obra artesanal da artista plástica Juliana Rosa, nome por trás da marca Buneco Rosa. 



Juliana, que sempre teve paixão por grafite, cinema e bonecos, juntou os temas de maneira artesanal. Cada uma de suas peças é produzida com massa de biscuit e até uma caricatura de Sabrina Sato no último baile da Vogue já figurou entre os modelos. 




As peças da Buneco Rosa podem ser encontradas na Et Cetera and Arts, uma nova loja conceito virtual onde é possível encontrar peças diferentes e únicas como jóias, arte e artigos de decoração. 


quarta-feira, 4 de março de 2015

Alerta de tendência: A volta do chamois


A história das idas e vindas na moda vem ficando cada vez mais confusa, uma vez que vemos diferentes referências de épocas e estilos na mesma temporada. Este ano, por exemplo, estamos dividindo nossas atenções entre o espírito boêmio dos anos 70 e o minimalismo radical dos anos 90. No entanto, por uma dessas coincidências fashion, as duas décadas trazem um elemento em comum, embora empregado de maneiras radicalmente diversas nas produções: o chamois.





Quem viveu ou se inspira na moda da década de 70 lembra vividamente dos coletes macios e franjados, das bolsas e botas confeccionadas com este tratamento do couro animal em suas cores naturais como o preto, o castanho e o cru. Já nos anos 90, época que me lembro bem, o chamois apareceu tingido na forma de calças, jaquetas e camisas que conferiam status à moda de uma década muito sóbria. Agora, ele está de volta para atender os apelos nostálgicos de ambas as tribos.





O blog está de olho no estilo das ruas durante as semanas de moda e se deparou com o chamois sendo usado de muitas maneiras: neutros ou coloridos, hippies ou austeros, elegantes ou despojados. Fique atento pois esta será a grande tendência do próximo inverno e um item que merece fazer parte da sua lista de investimentos. Além de ser um campeão do custo por uso, visto que pode ser combinado de inúmeras maneiras, ainda será uma peça para ser resgatada do seu guarda roupas daqui há 20, ou quem sabe até 40 anos.