segunda-feira, 30 de março de 2015

Tendências de acessórios: mais um pouco de pastel



Dizer que as cores pastel são tendência é bater numa daquelas pautas eternas. Vamos combinar que, entra ano e sai ano, alguém aparece dando esta chamada por aí. Enquanto nas roupas este é um hype que sempre faz sucesso, fica um pouco mais difícil adaptá-lo para o mercado de sapatos e bolsas. Pense bem, certamente uma suéter rosa bebê ou uma calça jeans verde clara não vão fazer um estrago no seu orçamento. Já na hora de escolher a it bag que vai te acompanhar por muitas primaveras, as cores clássicas como o preto, o cinza, o marrom e o vermelho continuam sendo a escolha número um dos consumidores, e não sem razão. 




Agora, no entanto, vivemos um momento em que a ditadura das tendências está cada vez mais relaxada. Isso não quer dizer que elas pararam de existir, afinal a moda sobrevive de lançar novidades num ritmo cada vez mais frenético. Paradoxalmente, é justamente este frenesi que deixou todo mundo tão confuso ao ponto de que, hoje, a lei é não existir lei nenhuma. 




Nesse momento, os acessórios de tons quase angelicais voltam a invadir as prateleiras das lojas mas hoje já não são mais um investimento arriscado. Sabemos que daqui há seis meses, ainda que o fabricante da bolsa que você comprou mude totalmente a sua proposta estética, seu look não passa a ser automaticamente invalidado. Muito pelo contrário, começamos a viver a era da expressão individual (que ainda vai dar muito o que falar e fazer dos fashionistas criativos os emblemas da nova moda). Por este motivo, o blog separou os acessórios pastel mais descolados do momento para inspirar as suas compras e sua lista de desejos. A melhor parte? Se você não curtir não há problema algum: com certeza outras marcas estão trabalhando de olho nas suas preferências! 



sexta-feira, 27 de março de 2015

A madrasta subiu no palco


A mais nova adaptação do clássico dos contos infantis, Cinderella, foi produzido pelos estúdios Disney e chega aos cinemas neste final de semana. Embora a história já seja conhecida de todos, um bom motivo para assisti-la mais uma vez é a brilhante atuação de Cate Blanchett como Lady Tremaine, a famosa madrasta má. Quem gosta de moda vai, certamente, reparar que a atriz também rouba a cena quando o assunto é figurino. Cada aparição sua na telona é garantia de mais um look digno de tapete vermelho.



Enquanto a fada madrinha fica com parte dos créditos, a verdadeira responsável pelo visual das personagens é Sandy Powell, a renomada figurinista cujo trabalho já foi premiado com um Oscar. Ela conta que começou a trabalhar nos croquis do filme em 2013, tendo a década de 40 como inspiração. Sobre o figurino da madrasta, confessa que sempre achou que mulheres impecavelmente elegantes, como Anna Wintour por exemplo, carregam um ar intimidador. Por este motivo, ela fez questão de montar produções carregadas no glamour para ajudar a contar a história desta mulher.



A inspiração por trás da figura desta nova Lady Tremaine foi a atriz Joan Crawford. Além das silhuetas com cinturas marcadas, saias volumosas e muitas (muitas mesmo) jóias do período, a maquiagem com boca vermelha, pele matificada e olhos levemente esfumados finalizam a visão de Sandy que desejava contar uma história do século XIX sob as lentes da primeira metade do século XX. Vale a pena conferir o resultado.